(19) 4101-9494
comercial@revistafrigonews.com.br
08
Dezembro
2016
0

ZELO PELO PATRIMÔNIO SUSTENTÁVEL


Criado: 08 Dezembro 2016 | Atualizado: 08 Dezembro 2016
Tamanho da fonte
pequena
normal
grande
Versão para impressão
imprimir
Lançamento do programa “Do Tamanho do Meu Coração” marca Semana do Meio Ambiente

Lançamento do programa “Do Tamanho do Meu Coração” marca Semana do Meio Ambiente

“A Coopercentral Aurora Alimentos em sua história tem procurado ser responsável por suas ações. Quando se inicia um trabalho com as crianças em fase escolar, se tem a certeza de uma geração melhor e mais comprometida com o meio ambiente”. Desta maneira o vice-presidente da Coopercentral e presidente do Conselho Curador da Fundação Aury Luiz Bodanese, Neivor Canton, realçou a contribuição do novo projeto “Do Tamanho do Meu Coração”, apresentado durante café da manhã, no dia 5 de maio, no Lang Palace Hotel, em Chapecó. A iniciativa é da Coopercentral Aurora Alimentos, Fundação Aury Luiz Bodanese e o Serviço Social da Indústria (SESI).
O projeto “Do Tamanho do Meu Coração” é uma parceria da Aurora Alimentos, Fundação e SESI, beneficiará mais de 1.200 crianças e adolescentes na faixa etária de 6 a 17 anos, que participam do programa “Atleta do Futuro”, que visa envolver os participantes em ações voltadas a cidadania. Ao todo são sete núcleos, dos municípios de Chapecó, Xaxim e Xanxerê.
A nova ação tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento dos valores éticos e morais dos participantes. Serão desenvolvidas cinco abordagens: “Eu Sou Solidário” com a participação no projeto Doador do Futuro; “Eu Construo Amizades” com integração nas Atividades da Copa Amizade; “Eu Sou do Bem” com a integração na Semana da Boa Ação e “Eu Respeito o Meio Ambiente” com envolvimento na Semana do Meio Ambiente. Por isso cada integrante recebeu um crachá e a cada tema ganhará um selo, ao completar todas as etapas concorrerá a prêmios.
No projeto “Do tamanho do meu coração” estão previstas diversas ações até o final deste ano, como palestra sobre meio ambiente e visitas em espaços que desenvolvem a reciclagem. Para a semana de 5 a 15 de junho na Granja Maiale e na Granja da Aurora Alimentos, os multiplicadores participantes aprenderam sobre a importância de cuidar do meio ambiente e de alternativas que auxiliem na redução da poluição. Nas granjas foi demonstrado como os dejetos de suínos são transformados em geração de energia, por meio do biogás.
“Atitude é a palavra de ordem e assim poderemos dormir com mais tranqüilidade porque não estaremos destruindo a natureza. Com base nisso, as práticas da Aurora resultam no zelo do patrimônio sustentável”, complementou Canton.

HOMENAGEM

Para marcar as comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente e Ecologia, celebrado no dia 5 de junho, foi entregue um troféu ao presidente da Coopercentral Aurora Alimentos Mário Lanznaster. “Um homem que expressa uma riqueza de atitudes voltadas a sustentabilidade”, enfatizou Canton ao entregar a homenagem.
Lanznaster resgatou algumas práticas pioneiras implantadas no sistema cooperativo a exemplo da horta de plantas medicinais, que iniciou na Cooperalfa e foi expandida para outras cooperativas. “O homem tem a tendência natural de se acomodar e procurar apenas nos remédios a solução para tratar das enfermidades e com isso deixa de lado as plantas medicinais. Porém, precisamos compreender que na natureza encontramos tudo o que precisamos”, ressaltou.
Também motivou os produtores cooperados a manterem nas propriedades rurais as ações e medidas para evitar a poluição do meio ambiente. Para finalizar, Lanznaster enfatizou a importância de promover a educação ambiental com as crianças, que são multiplicadores e transformadores sociais. “Que mundo vamos deixar para os filhos? E que educação vamos oferecer? Essa é uma reflexão de todos precisam fazer”, comentou.

RESPONSABILIDADE AMBIENTAL

Reflorestamento, tratamento de efluentes, monitoramento da qualidade da água utilizada, sensibilização dos colaboradores para com o uso consciente dos recursos naturais, programa “Reciclagem Vida”, Semana Ecologia e programa “A Turminha da Reciclagem”. Estas são algumas das ações desenvolvidas pela Coopercentral, voltadas à preservação.
“Precisamos de atitudes, pois de nada adianta discutir questões ambientais sem praticar ações e aplicar medidas para evitar ou reduzir o impacto do desenvolvimento ao meio ambiente. Não é necessário fazer grandes coisas, afinal, as pequenas também fazem a diferença. Comece na sua casa ou bairro e veja ser construído um ambiente melhor para viver”, realçou a presidente da Fundação Isabel Cristina Machado.
De acordo com a engenheira sanitarista da Aurora, Luciana de Campos, o meio ambiente é uma das prioridades para a Coopercentral e, por isso, os investimentos são voltados à preservação. São desenvolvidas inúmeras ações a exemplo do programa “Coleta Segura” que visa o recolhimento de sacolas e embalagens dos remédios de uso veterinário.
Também ocorrem medidas voltadas ao trabalho de águas e efluentes. “Toda a água utilizada é tratada antes de ser devolvida ao meio ambiente”, explica Luciana. A Coopercentral conta com Laboratório de Águas e Efluentes.
As unidades da Aurora realizam a gestão de resíduos sólidos, de acordo com o que preconiza a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Apenas são encaminhados para o aterro materiais que não podem ser utilizados. Essa iniciativa integra o programa “Reciclagem Vida”, implantado em 2004, com o objetivo de conscientizar os colaboradores sobre a separação correta do “lixo” produzido no ambiente de trabalho, doméstico e nos lugares que frequentam. Além disso, são promovidos treinamentos, gincanas e programas de sensibilização.
No evento também foram apresentadas as novidades para este ano do programa “A Turminha da Reciclagem”, que visa conscientizar as crianças sobre a importância de fazer a reciclagem do lixo e sobre a preservação dos recursos naturais, a fim de cooperar com a preservação da natureza. A reciclagem do lixo é abordada nas escolas de forma explicativa com uma linguagem lúdica e bem divertida. Após a apresentação do programa, as escolas são convidadas para desenvolver um projeto de responsabilidade social ou ambiental. O objetivo é que o trabalho tenha continuidade a partir da visita da “Turminha da Reciclagem”.
Para 2012, todas as escolas participantes poderão entregar os projetos de responsabilidade socioambiental, com foco na comunidade escolar e na sociedade. As práticas deverão ser entregues, por e-mail ou correio, 60 dias após a realização do programa na escola. No final do ano, os melhores projetos serão reconhecidos e premiados. O primeiro lugar receberá R$ 1.500, o segundo R$ 1.000 e o terceiro R$ 500. Os projetos também serão divulgados nos sites www.aturminhadareciclagem.com.br, www.falb.org.br e no jornal do programa. As demais escolas receberão certificado de participação.


O que você achou desta informação?

Avaliação

Deixe sua avaliação
Comentários
0
Deixe seu comentário

Comentários

Faça parte da notícia, deixe seu comentário, expresse sua opinião.
E-mail protegido, também não gostamos de SPAM
Sua mensagem foi enviada com sucesso!

WhatsApp