(19) 4101-9494
comercial@revistafrigonews.com.br

Pioneira nas soluções de manejo para frigoríficos, Beckhauser oferece portfólio completo com foco no bem-estar animal

Box de atordoamento, desenvolvido a partir de convite e em colaboração com pesquisadores do Grupo ETCO, está presente na maior parte das plantas frigoríficas do Brasil

Atualizado em 27 Julho 2021
missing
Titulo:
Tamanho da fonte
pequena
normal
grande
Versão para impressão
imprimir
Precursora na criação do primeiro equipamento de contenção animal para abate humanitário no Brasil, a Beckhauser segue oferecendo ao mercado de frigoríficos soluções focadas no bem-estar animal e humano, que contribuem com a produtividade na operação da indústria.

Dentre as soluções do portfólio de produtos da empresa está o Box de Atordoamento para abate humanitário, disponível em duas versões – uma para plantas de alto volume (acima de 300 animais/dia) e outra para plantas com volume de abate de até 300 animais/dia. Além de soluções para a condução dos bovinos, sem uso de choque na rampa pré-abate, nas versões de Condutor avulso, que pode ser combinado com porteiras automatizadas, e em caixa com chassi no modelo Move-Boi 2.0, que permite também a instalação com balança para monitoramento do último peso do animal vivo.

“Iniciamos nossos trabalhos de desenvolvimento de produtos para o setor em 2005, a partir de um convite do Prof. Mateus Paranhos da Costa, do Grupo de Estudos e Pesquisas em Etologia e Ecologia Animal (Grupo ETCO), que, na ocasião, desenvolvia um trabalho em uma planta frigorífica, na cidade de Barretos (SP), e identificou que o problema mais grave era a falta de eficácia no atordoamento”, conta o presidente do Conselho da Beckhauser, José Carlos Beckheuser.

A insensibilização do animal antes do abate é premissa para o atendimento às normas internacionais de bem-estar animal. No processo tradicional, com o animal apenas confinado em um corredor, porém sem mecanismos de contenção para limitação de movimentos, o operador possuía muita dificuldade em acertar o ponto correto do disparo para o atordoamento. Por conta disso, muitos bovinos eram levados para a sangria ainda conscientes, resultando em sofrimento para o animal e dificuldades operacionais para os trabalhadores. “Esse dado mostrou que era preciso ter uma contenção mais adequada para o animal, porém os equipamentos disponíveis eram todos de fora do país”, lembra ele.

Box de Atordoamento para abate humanitário

A convite do Grupo ETCO, a Beckhauser iniciou, então, o trabalho de desenvolvimento de um equipamento que permitisse uma boa contenção do bovinos, tornando o processo de atordoamento mais efetivo e menos sujeito a erros, permitindo ao operador trabalhar com segurança e precisão.

“No primeiro mês de abate com o Box, criado pela Beckhauser, a planta conseguiu elevar seu índice de eficácia no atordoamento – ou seja, o percentual de animais atordoados com um único disparo – para o índice de 95% exigido por critérios internacionais, como o do American Meat Institute, por exemplo, que pauta boa parte das auditorias nos critérios de bem-estar animal para aprovação de plantas exportadoras”.

Além de estar dentro dos padrões de auditorias internacionais, o Box de Atordoamento para abate humanitário Beckhauser gera benefícios também na produtividade, pois reduz o impacto do gargalo na produção. A redução na movimentação da cabeça dos animais em comparação com o convencional facilita a atuação do operador e, com a contenção bem feita, a eficiência do processo de atordoamento aumenta, melhorando a taxa de abate por minuto.

O equipamento, que hoje está presente na maior parte das plantas frigoríficas exportadoras do Brasil, impacta, ainda, na qualidade da carne, minimiza o sofrimento do animal e o desgaste do trabalhador, uma vez que o bovino devidamente contido não tem espaço para se debater no interior do box, além de ter a queda suavizada pela contenção da parede móvel, o que gera uma redução de acidentes e contusões.

Como afirma Paranhos “não foi difícil convencer o José Carlos a realizar investimentos para o desenvolvimento de um equipamento que ainda não tinha um mercado assegurado. Graças a essa visão progressista e corajosa, hoje as indústrias responsáveis pelo abate dos bovinos podem realizar esta operação com segurança e compromisso com a promoção do bem-estar animal, assegurando que eles estejam insensíveis no momento da realização do abate”.

Linha em evolução

Depois, no contato com os clientes, a linha evoluiu para as outras soluções hoje disponibilizadas pela empresa, que visualiza boas oportunidades no desenvolvimento de melhorias para o manejo nas plantas frigoríficas. “Vemos um grande potencial de avanço no que se refere ao bem-estar animal e às boas práticas de manejo na indústria, que tem feito investimentos e buscas nesse sentido de forma bastante consistente, sobretudo nos últimos anos.”, destaca Mariana Beckheuser, presidente da Beckhauser.

Em uma recente avaliação da evolução da linha, Mariana conta que o Conselho de sócios da empresa decidiu, em reconhecimento ao importante trabalho realizado pelo Grupo ETCO na difusão das boas práticas de manejo na pecuária brasileira, direcionar parte da receita obtida com a venda dessa linha de equipamentos para frigoríficos, como doação ao Grupo. “O convite do ETCO em 2004 foi uma abertura de portas muito importante, pois nos fez enxergar o potencial que tínhamos para atender esse universo da indústria, dentro da nossa expertise em contenção bovina. São uma grande referência para nós no assunto bem-estar animal e entendemos a doação como uma forma de retribuir e também de apoiar a continuidade desse trabalho de estudos e pesquisas tão importantes para o avanço e o reconhecimento da importância e dos benefícios do bem-estar animal para a pecuária”, reconhece.

Sobre a Beckhauser
A Beckhauser desenvolve e industrializa soluções para o manejo racional de bovinos, buscando oferecer ao mercado ferramentas que ajudem no desenvolvimento de uma pecuária sustentável – que aprimorem a produtividade no manejo e a qualidade dos resultados da produção, cuidando da segurança das pessoas e do bem-estar animal. A empresa vem, há anos, ditando tendências de inovação no segmento e oferece hoje um amplo portfólio de equipamentos de contenção manuais e automatizados, da fazenda ao frigorífico, além de parcerias com equipamentos de controle e pesagem eletrônica. Mais informações: www.beckhauser.com.br

 

 

Opinião

O que você achou desta informação?

Deixe sua opinião, é importante para melhorarmos ainda mais.


 


Comentários

Faça parte da notícia, deixe seu comentário, expresse sua opinião.
E-mail protegido, também não gostamos de SPAM

Sua mensagem foi enviada com sucesso!

EXPOMEAT É ADIADA PARA 2022

expomeat-2022-p4.jpg
25 Agosto 2021

A EXPOMEAT e a FIRA já estão negociando junto ao Pavilhão de Exposições Anhembi a nova data para o próximo ano. E em breve divulgaremos.


Divulgue a RELAÇÃO de seus equipamentos

site-u1.jpg
04 Agosto 2021

O GUIA DE COMPRAS DO SETOR


A influência das boas práticas de produção e a higienização correta na indústria de embutidos e processados

site-z9.jpg
27 Julho 2021

Mesmo em situações difíceis ou que demandem menor tempo de parada na indústria de embutidos e processados, a utilização de produtos e processos eficientes é fundamental para atender às exigências sanitárias e obter os melhores resultados na produção.


O novo CSB-Rack: captura direta de dados operacionais nos processos

csb-p6.jpg
28 Julho 2020

O CSB-Rack foi atualizado com diversas melhorias, mantendo a sua qualidade de ponta