(19) 4101-9494
comercial@revistafrigonews.com.br
08
Dezembro
2016
0

HOME CONTATO Frigo News Soluções com Qualidade e Eficiência EMPRESA REVISTA ONLINE EDIÇÕES ANTERIORES NOTÍCIAS MULTIMÍDIA MÍDIA KIT ASSINE AQUI GUIA DE FORNECEDORES


Criado: 08 Dezembro 2016 | Atualizado: 08 Dezembro 2016
Tamanho da fonte
pequena
normal
grande
Versão para impressão
imprimir
De acordo com Rocha, deverão ser exercidas opções de compra de 75 mil toneladas no Paraná, para abastecer o mercado do Rio Grande do Sul e Santa Cataria.

O governo federal decidiu comprar milho diretamente do mercado para resolver problemas de abastecimento verificados principalmente nas regiões Sul e Nordeste, atingidas por uma seca prolongada.
Segundo o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Caio Rocha, serão lançados contratos de opção de compra para 150 mil toneladas de milho. A estimativa é que tal operação tenha um custo de R$ 90 milhões e resolva o problema de abastecimento no mercado de balcão até o fim do ano.
O acerto, que agora precisa ser formalizado por portaria interministerial, foi feito hoje, após reunião do Ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro, com o Ministro da Fazenda, Guido Mantega.
De acordo com Rocha, deverão ser exercidas opções de compra de 75 mil toneladas no Paraná, para abastecer o mercado do Rio Grande do Sul e Santa Cataria.
Outras 75 mil toneladas provenientes do Mato Grosso irão suprir a demanda no mercado do Nordeste. O governo estava com dificuldade para comprar milho devido a alta do preço do grão.
"Com essas 150 mil toneladas regularizaríamos a questão de abastecimento do balcão que é o compromisso que o governo tem com o produtor rural", disse o secretário.
O contrato de opção de compra normalmente é utilizado para tentar elevar o preço de uma mercadoria. Neste caso, porém, a ideia é enfrentar a questão de abastecimento.
O contrato prevê a entrega do produto no destino. "Quem arrematar os prêmios tem o compromisso de entregar o produto nos armazéns que nós determinarmos. O produtor vai pagar o que está estipulado no balcão", disse o secretário.
*Fonte: Valor


O que você achou desta informação?

Avaliação

Deixe sua avaliação
Comentários
0
Deixe seu comentário

Comentários

Faça parte da notícia, deixe seu comentário, expresse sua opinião.
E-mail protegido, também não gostamos de SPAM
Sua mensagem foi enviada com sucesso!

WhatsApp