(19) 4101-9494
comercial@revistafrigonews.com.br
JBS inicia construção de fábrica em SP que será referência em sustentabilidade

JBS inicia construção de fábrica em SP que será referência em sustentabilidade


Criado: 09 Fevereiro 2021 | Atualizado: 09 Fevereiro 2021
Tamanho da fonte
pequena
normal
grande
Versão para impressão
imprimir

Novo empreendimento, em Presidente Epitácio, sediará indústria de peptídeos de colágeno bioativos e gelatina; aportes no município irão totalizar R$ 280 milhões

A JBS iniciou em janeiro a obra de uma nova fábrica para a produção de gelatina e peptídeos de colágeno bioativos na cidade de Presidente Epitácio, em São Paulo. Com investimentos de R$ 280 milhões no município até o fim do ano, a Companhia vai abrir 400 novos postos de trabalho na região durante o período de obras e a previsão é de que a unidade passe a operar no início de 2022.

A planta será referência em sustentabilidade e, dentre as ações previstas, estão a reciclagem total do descarte de embalagens usadas no processo, reuso e tratamento de água, áreas de trabalho com iluminação natural e equipamentos modernos que reduzem o desperdício de energia. A diretora à frente do negócio, Claudia Yamana, explica ainda que será feito o plantio de 189.200m² de árvores de espécies nativas nos próximos 240 meses, além da emissão de créditos de carbono e área de tratamento de efluente quatro vezes maior que a área da fábrica.

“Procuramos as melhores práticas de sustentabilidade para serem aplicadas na nova unidade e faremos a gestão consciente de todos os recursos, além da geração de empregos para a região. Atuaremos em parceria com a JBS Ambiental na gestão de resíduos sólidos e também com outros negócios do grupo, de forma que a cadeia de sustentabilidade seja completa e gere valor agregado à Companhia”, afirmou Claudia.

O novo negócio fará parte do grupo de empresas da JBS Novos Negócios, que reúne operações que transformam os coprodutos e materiais não aproveitados do processamento da carne bovina, suína e de aves em produtos de alto valor agregado, como biodiesel, colágeno, fertilizantes, envoltórios para embutidos, rações, insumos fármacos, materiais de higiene e limpeza, entre outros, comercializados no mercado brasileiro e exportados para mais de 40 países. Além disso, inclui empresas de serviços estratégicos para a JBS, nos segmentos de embalagens metálicas, trading, transportes, reciclagem e gestão de resíduos.

Sobre a JBS

A JBS é a segunda maior companhia de alimentos do mundo e a maior de proteína animal. Com uma plataforma global diversificada por geografia e por tipos de produtos (aves, suínos, bovinos e ovinos), a Companhia conta com mais de 245 mil colaboradores, em unidades de produção e escritórios em todos os continentes, em países como Brasil, EUA, Canadá, Reino Unido, Austrália, China, entre outros. No Brasil são mais de 145 mil colaboradores, sem do a empresa a maior empregadora do país.

No mundo todo, a JBS oferece um amplo portfólio de marcas reconhecidas pela excelência e inovação: Swift, Pilgrim’s Pride, Seara, Moy Park, Friboi, Primo, Just Bare, entre muitas outras, que chegam todos os dias às mesas de consumidores em 190 países. A Companhia investe também em negócios correlacionados, como couros, biodiesel, colágeno, higiene pessoal e limpeza, envoltórios naturais, soluções em gestão de resíduos sólidos, reciclagem, embalagens metálicas e transportes.

A JBS conduz suas operações com foco na alta qualidade e na segurança dos alimentos e adota as melhores práticas de sustentabilidade e bem-estar animal em toda sua cadeia de valor. O programa Juntos pela Amazônia integra esse compromisso. Além de fomentar o desenvolvimento sustentável do bioma amazônico, promovendo a conservação e uso sustentável da floresta, prevê a melhoria da qualidade de vida da população que nela reside, bem como o desenvolvimento de novas tecnologias para preservar o meio ambiente. Com a implementação de uma plataforma blockchain, inédita no setor de proteína animal, ampliará o monitoramento dos fornecedores diretos da JBS para os fornecedores deles.


O que você achou desta informação?

Avaliação

Deixe sua avaliação
Comentários
0
Deixe seu comentário

Comentários

Faça parte da notícia, deixe seu comentário, expresse sua opinião.
E-mail protegido, também não gostamos de SPAM
Sua mensagem foi enviada com sucesso!

WhatsApp